Dom Mariano Manzana celebra 15 anos de bispado na Diocese de Mossoró

Crédito da foto: ArquivoDom Mariano Manzana é o sexto bispo da Diocese de Mossoró
Há 15 anos, o bispo dom Mariano Manzana assumiu a Diocese de Mossoró e começou a realizar um trabalho religioso intenso em muitas cidades que integram a diocese. Neste período, foram criadas 18 novas paróquias em várias cidades da região Oeste do estado, sendo a Paróquia São Francisco das Chagas, na localidade da Maisa, a mais recente.
Nos últimos 15 anos, a Diocese de Mossoró intensificou o trabalho de crescimento estrutural e humano, com a ordenação de 35 novos padres e com a criação de um seminário mais forte, com os cursos de Filosofia e Teologia disponíveis em Mossoró. Com a oferta do curso de Teologia pela Faculdade Católica e de Filosofia pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), os seminaristas não precisam mais ir para outras cidades para estudar.
Há 10 anos, dom Mariano Manzana implantou as Santas Missões Populares e até 2022 toda a diocese viverá as Semanas Missionárias. “A Diocese de Mossoró vive um tempo forte de missão, mas que não deve limitar-se às Semanas Missionárias e sim ser uma Igreja em estado permanente de missão. Que cada visita, cada encontro, cada gesto nas Semanas Missionárias nos ajudem a encontrar em Jesus o sentido e horizonte de nossa vida hoje e sempre”, reforçou dom Mariano.
Em 2014, quando a Diocese de Mossoró completou 80 anos, dom Mariano lançou o projeto Domingo da Solidariedade nas paróquias de Mossoró. No terceiro domingo do mês, os fiéis são convidados a contribuir com gêneros alimentícios ou material de limpeza para os projetos sociais: Lar da Criança Pobre, Casa Papa Francisco, Projeto Esperança, Reviver Feminino, Projeto São Lucas e São Pedro, Abrigo Amantino Câmara, Fazenda Esperança, Seminário de Santa Teresinha e Cáritas Diocesana.
Durante este período em que está à frente da Diocese de Mossoró, dom Mariano vem apoiando ainda projetos voltados para a recuperação de dependentes químicos. Entre eles, está o projeto Reviver (recuperação de mulheres dependentes químicas, no bairro Aeroporto), a Casa de Acolhimento Papa Francisco (recuperação de homens na dependência química, localizada na estrada para Governador Dix-sept Rosado), Fazenda Esperança (localizada na cidade de Serra do Mel.
Dom Mariano contribuiu significativamente para a fundação da Faculdade Católica do Rio Grande do Norte, que hoje conta com vários cursos de graduação e pós-graduação. Para ele, trata-se de um processo de inclusão e de transformação social, alicerçado na formação humana, profissional e cristã. Em 2018, recebeu da Uern o título de Professor Honoris Causa.
Em comemoração aos 15 anos à frente da Diocese de Mossoró nesta quinta-feira, todas as paróquias da Diocese prestarão homenagem ao bispo, lembrando a data. Haverá ainda uma missa em ação de graças na Catedral de Santa Luzia, às 17h, celebrada pelo vigário-geral da Diocese de Mossoró e pároco da catedral, padre Flávio Augusto Forte Melo.
Dom Mariano foi vigário paroquial em Umarizal por 16 anos
O bispo diocesano de Mossoró, dom Mariano Manzana, nasceu no dia 13 de outubro de 1947, numa pequena cidade do interior da Diocese de Trento, na Itália, chamada Mori. Filho de Luigi Manzana e Agnese Tranquilini, Mariano Manzana foi para o Seminário Maior de Trento para cursar Filosofia e Teologia, entre os anos de 1963 e 1973. Foi ordenado presbítero na catedral de Trento no ano de 1973. Sua ordenação episcopal foi celebrada no dia 5 de setembro de 2004.
Em 1977, o então padre Mariano Manzana veio para o Brasil e logo assumiu a Paróquia de Umarizal como vigário paroquial, onde permaneceu até o ano de 1993. Foi professor de ensino religioso, no período de 1978 a 1993, na rede estadual de ensino em Umarizal e, de 1991 a 1993, foi professor de História Eclesiástica no curso de Teologia, no Centro Superior de Iniciação Teológica da Diocese de Mossoró. Em 1993, retornou à Itália para assumir a função de diretor do Centro Missionário da Diocese de Trento, cargo que ocupou até sua nomeação como bispo de Mossoró.
Antes de ter sido nomeado bispo, dom Mariano foi diretor espiritual dos seminaristas da Diocese de Mossoró que estudavam em João Pessoa (PB). Foi também, nesse período, pároco de Alexandria e Caraúbas. Dom Mariano foi o bispo responsável pelo setor de catequese do Regional Nordeste II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
Dom Mariano foi ordenado bispo em Trento, na Itália, em 5 de setembro de 2004, mas a sua posse canônica da Diocese de Mossoró aconteceu em 17 de outubro de 2004.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.