Policiais e bombeiros militares do RN não descartam parada se acordo for descumprido

Crédito da foto: CedidaCategoria já suspendeu atividades no decorrer deste ano, como forma de protesto 
A segurança pública do Rio Grande do Norte não está totalmente livre de ser atingida por uma paralisação. Policiais e bombeiros militares do Estado não descartam suspender as atividades caso um acordo acertado entre a categoria e o Governo do Estado seja descumprido.
A informação consta em um comunicado divulgado pela Associação de Praças da Polícia Militar da região Agreste (ASSPRA) direcionado para os sócios da entidade e que circulou em redes sociais. O informativo deu conta de que em uma recente reunião com o Executivo potiguar o Governo apresentou uma proposta de reajuste de 12%, chegando ao teto de 16%.
“Mesmo assim, consideramos insignificante e exigimos uma nova proposição por parte do Governo”, avaliou trecho do comunicado, dando conta de uma reunião marcada para o próximo dia 10, às 10h30, no Gabinete Civil, e de que se não houver “uma proposta de vergonha há sim a possibilidade de paralisação da PM e CBM”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.