Por 5 a 2, pleno do TRE-RN cassa o mandato do deputado estadual Sandro Pimentel

Crédito da foto: Assembleia LegislativaSandro Pimentel, do Psol, cumpre primeiro mandato de deputado estadual
BLOG DO CÉSAR SANTOS
O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) acaba de cassar o mandato do deputado estadual Sandro Pimentel, do Psol, pelo placar de 5 a 2.
Sandro Pimentel foi acusado pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-RN) de prática de captação e gasto ilegal de recursos na campanha eleitoral de 2018. Segundo a acusação, houve descumprimento no prazo de entrega dos relatórios financeiros e também problema com relação a uma doação de R$ 35,3 mil.
O julgamento foi iniciado no dia 16 de julho, quando o relator do processo, juiz federal Francisco Glauber Pessoa Alves, votou pela cassação do mandato. Em seguida, o desembargador Glauber Rêgo pediu vista.
Na sessão desta terça-feira (30), o julgamento foi reiniciado com o voto de Glauber Rêgo, que acompanhou o relator do processo, que recebeu outros três votos contra dois contrários.
VOTARAM PELA CASSAÇÃO
Juiz Francisco Glauber Pessoa Alves
Desembargador Glauber Nunes Rêgo
Juiz José Dantas de Paiva
Juiza Erika de Paiva Duarte Tinôco
Jurista Adriana Cavalcanti Magalhães Faustino Ferreira
VOTARAM CONTRA A CASSAÇÃO
Jurista Wlademir Soares Capistrano
 Desembargador Cornélio Alves de Azevedo Neto
O efeito da decisão não é imediata. Os advogados vão recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, com Sandro Pimentel no cargo.
O primeiro suplente do Psol é o professor Robério Paulino, que foi candidato a governador nas eleições de 2014.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.