Deputado quer esclarecimentos do Turismo por não incluir a Rota das Falésias em programa

Crédito da foto: ReproduçãoParedão de Ponta do Mel
O deputado federal Beto Rosado (Progressistas) apresentou um requerimento de informação ao Ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio solicitando esclarecimentos a respeito da exclusão da Rota das Falésias, que abrange boa parte da costa norte do estado, do Programa Investe Turismo.
O Programa do Governo Federal foi lançado em maio de 2019 e propõe um pacote de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, melhoria de serviços, inovação e marketing, voltados ao Turismo. As rotas selecionadas pelo programa excluíram o roteiro denominado Rota das Falésias, que abrange as cidades de Areia Branca, Porto do Mangue, Tibau, Grossos e Mossoró.
“Temos um potencial enorme a ser explorado e divulgado para o país e para o exterior, mas para isso, precisamos incluir esses roteiros nos programas do governo federal. As praias paradisíacas com morros de areais coloridos e águas termais, os paredões avermelhados e as pirâmides de sal, localizados na região da Rota das Falésias, precisam ser incluídos neste programa”, solicitou Beto Rosado (FOTO ACIMA)

Programa
Cento e cinquenta e oito municípios brasileiros, sendo cinquenta e seis municípios no Nordeste, serão contemplados pelo Programa Investe Turismo, desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. O pacote de investimentos está orçado em R$ 200 milhões. Destinos como Fernando de Noronha; Maragogi, em Alagoas; Canindé de São Francisco, em Sergipe; Porto Seguro, na Bahia; Jericoacoara, no Ceará; Luís Correia, no Piauí; Barreirinhas, no Maranhão; Cabedelo, na Paraíba e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, estão na lista dos beneficiados.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.