Associação reclama que novos PMs só estarão nas ruas em meados de 2022

Crédito da foto: Divulgação/PMASSPMBMRN diz que Estado conta com um déficit próximo de 50% no efetivo
“Da forma que estar esses concursados só estarão nas ruas do Rio Grande do Norte e só vão compor o efetivo da PM lá em meados de 2022.” A afirmação é do presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), Eliabe Marques.
Em um áudio de 5 minutos e 33 segundos, encaminhado pela assessoria da ASSPMBMRN, o presidente da associação disse ter ficado surpreso com o calendário do certame divulgado pelo Estado, após muita reivindicação da categoria. “Os prazos estabelecidos não são razoáveis. Consideramos um absurdo, uma coisa realmente fora do normal, onde os prazos vão estabelecer mais um ano para seguir as demais etapas”, declarou Eliabe Marques.
“E isso sem previsão do curso de formação de praças, que são dez meses. Então, vai aí dois anos para que as etapas avaliativas sejam concluídas”, continuou o presidente da entidade. Ele citou que no estado da Paraíba o concurso durou dois meses, seguido do curso de formação, e que em Pernambuco, a seleção foi realizada em quatro meses.
O cronograma foi publicado na edição desta sexta-feira (5) do Diário Oficial do Estado (DOE). A Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN) criticou a demora no andamento da seleção.
Segundo o cronograma da Comissão Especial do certame iniciado no começo do ano passado, a próxima fase da seleção pública é a da reclassificação mais correção de redação, com a publicação do resultado da primeira etapa retificado no Diário Oficial do Estado, prevista para ocorrer até o final deste mês. A etapa é de responsabilidade do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (IBADE), empresa que coordena o concurso.
A fase seguinte é a de exames clínicos de candidatos reclassificados e a de interposição de recurso e resultado, sob responsabilidade da própria PMRN, e compreende o período previsto de 1° de agosto a 1° de setembro deste ano. A próxima etapa é a do teste de aptidão física e a de interposição de recursos e resultado, com previsão para 9 de setembro a 21 de outubro de 2019, sob responsabilidade da PMRN.
Ainda segundo o cronograma divulgado no DOE, a fase seguinte é a de exame psicológico e interposição de recurso e resultado, com data prevista para 22 de outubro até 8 de novembro deste ano, sob supervisão do Ibade. Já a etapa de investigação social deve acontecer entre os dias 11 de novembro de 2019 e 18 de março de 2020, sob responsabilidade da PMRN. Em seguida, entra a fase de avaliação de títulos, prevista para acontecer entre 19 de março de 2020 e 18 de junho do mesmo ano.
O calendário prevê também uma duração total de nove meses e meio para a conclusão de todas essas etapas do certame, para se chegar ao curso de formação com duração de dez meses. O certame teve mais de 12 mil inscritos e oferta 938 vagas.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.