Mãe de menina do RN que ganhou coração no Recife quer conhecer família de doador

Horas depois do transplante, a mãe de Brunna Silveira Lopes, de 7 anos, estava ansiosa para poder ver a filha, que saiu do Rio Grande do Norte para ganhar um novo coração, no Recife. A menina está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A dona de casa Núbia Emanuela Barbosa, de 46 anos, contou ao G1, nesta quinta-feira (4), que quer conhecer a família de quem autorizou a doação do órgão. 
“Não sei quem foi que autorizou, mas quero agradecer pessoalmente”, disse.
O transplante foi realizado na madrugada desta quinta, no Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (Imip), nos Coelhos, na área central da capital pernambucana. Por nota, a unidade de saúde informou, durante a manhã, que a menina seguia internada na UTI em estado muito grave. 
Em entrevista ao G1, por telefone, Núbia contou que tudo aconteceu de forma muito rápida. Assim que chegou à capital pernambucana com a filha, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), na quarta-feira (3), ela recebeu a informação da equipe médica de que havia sido doado um coração para a menina, que tem uma cardiopatia grave. 
A dona de casa afirmou que, em seguida, foi feito um exame de compatibilidade do órgão, que deu positivo. Evangélica, ela disse ter feito muitas orações. "Foi Deus quem conseguiu esse coração para Brunna", declarou. 
Para ela, agora começa uma nova fase na vida de Brunna, da família e de todos que acompanharam a luta da criança em busca do transplante. “O médico disse que vai me chamar para conversar e vamos saber como foi a cirurgia. Depois, começa a recuperação”, comentou.
Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.