Aeroporto Dix-sept Rosado recebe certificado operacional definitivo da Anac

Crédito da foto: Marcos Garcia/ArquivoPrimeiro voo da Azul em Mossoró foi operado no dia 13 de junho de 2018
O aeroporto Dix-sept Rosado, em Mossoró, recebeu o certificado operacional definitivo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A portaria 759 com a emissão do certificado foi publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (11).
Desde o dia 23 de março de 2018, o aeroporto vinha operando com o certificado operacional provisório, que agora foi revogado.
O certificado operacional definitivo foi emitido com as mesmas condições e limitações do provisório, inclusive com relação ao tamanho das aeronaves que podem operar no aeroporto.
De acordo com a publicação oficial, “a certificação operacional fica condicionada, ao menos, à manutenção, pelo operador aeroportuário, dos aspectos avaliados no âmbito do processo por meio do qual a outorga foi concedida”.
As operações da aeronave ATR 72 continuam sendo permitidas apenas em condições meteorológicas visuais.
A certificação provisória ficou condicionada a essa limitação e à avaliação contínua da eficácia das medidas adotadas, de forma a garantir a manutenção do nível equivalente de segurança operacional.
Após a liberação provisória, a Azul Linhas Aéreas iniciou sua operação em Mossoró, com o primeiro voo pousando no aeroporto Dix-sept Rosado em 13 de junho do ano passado.
Desde então, os voos Mossoró/Recife (PE) e Recife/Mossoró estão sendo operados com sucesso, com alta taxa de ocupação.
A operação da Azul na região foi ampliada com o voo Recife/Aracati (CE), com conexão em Mossoró.
A reportagem do JORNAL DE FATO embarcou no voo Mossoró/Aracati/Recife do último dia 6 de março e verificou in loco a alta taxa de ocupação dos assentos da aeronave.
A emissão do certificado operacional definitivo do aeroporto Dix-sept Rosado foi comemorada pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo, Lahyre Rosado Neto. "A consolidação do aeroporto passa por essa licença. É apenas um passo dentre tantos outros necessários para não só a consolidação do voo existente, como ampliação dessa oferta. Ficamos felizes ao receber a notícia", exaltou.
O secretário acrescentou que já existe prospecção para ampliar a operação comercial do aeroporto.

Deputados questionam preços de passagens aéreas no Rio Grande do Norte
Em pronunciamento durante a sessão plenária da quinta-feira (14) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Hermano Morais (MDB) voltou a questionar os preços das passagens aéreas no Rio Grande do Norte. Segundo o parlamentar, o Governo do Estado precisa rever os incentivos fiscais concedidos às empresas aéreas.
“As empresas são beneficiadas com as alíquotas reduzidas do ICMS incidente sobre o combustível de aviação, mas cobram caro nos preços das passagens aéreas aqui no RN. As mais altas do Brasil. Para que esse incentivo se não há reciprocidade?”, indagou Hermano.
De acordo com o deputado, a situação traz prejuízos ao setor turístico e requer providências imediatas. Hermano aponta que o valor das passagens aéreas no município de João Pessoa (PB) chega a ser 50% mais barata que no estado norte-rio-grandense. “Lá se compra a metade do preço e, por isso, os potiguares estão se deslocando daqui para embarcar por lá”, disse ele, anunciando que o tema será discutido em audiência pública no próximo dia 27, na Casa Legislativa.
Em aparte, a deputada Cristiane Dantas (PPL) disse que é notória a diferença de preços nas passagens aéreas no Brasil quando a origem do voo é no Rio Grande do Norte. “Precisamos ter competitividade junto aos outros estados”, observou a parlamentar.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.