Voltalia investirá mais de R$ 1 bilhão em parques eólicos no município de Serra do Mel


Voltalia amplia investimentos no município serramelense (Foto: Reprodução)

A empresa de energia renovável Voltalia, que operacionaliza parques eólicos no Rio Grande do Norte, confirmou à Tribuna do Norte, com exclusividade, que investirá aproximadamente R$ 1 bilhão na aquisição de 36 aerogeradores para a usina eólica Ventos da Serra do Mel 2, no Oeste do Estado. Os equipamentos serão divididos entre os complexos VSM I e II e já tiveram a construção iniciada conforme detalhado pela Voltalia.
A assinatura do contrato com a Siemens Gamesa, empresa fabricante dos aerogeradores, vai viabilizar a implementação do segundo maior projeto eólico da Voltalia no país. Com os equipamentos que estão em fase de instalação em Serra do Mel, a empresa ampliará a produção de energia elétrica a partir da força dos ventos em 128 MW. As novas turbinas que serão instaladas em VSM 2 (128 MW) são do modelo SG 3.4-132, com potência nominal de 3,55 MW cada. Rotores com um diâmetro de 132 metros se elevarão em 120 metros acima do solo.
“Depois de garantir vários contratos de venda de energia de longo prazo no Brasil desde o final de 2017, atualmente estamos construindo 291 MW de usinas de energia com uma antecipação significativa para comissioná-las no decorrer de 2020. Ao todo, instalaremos um número adicional de 83 turbinas eólicas em nosso cluster de Serra Branca, localizado em uma das áreas mais ventosas do Brasil. O projeto VSM 2 eleva nossa capacidade total em operação e construção para 911 MW”, comenta Sébastien Clerc, CEO da Voltalia.
Para Robert Klein, CEO da Voltalia no Brasil, esta expansão é estratégica para a empresa. “O projeto Ventos da Serra do Mel (1 e 2) é mais um importante investimento da Voltalia no país onde já operamos mais de 300 MW. Esta expansão faz parte da nossa estratégia de concentrar projetos numa mesma região, ganhando, assim, em escala e na facilidade de operação. Após a construção deste novo parque, teremos ainda mais de 1,5 GW de possíveis expansões, o que poderá fazer Ventos da Serra do Mel um dos maiores sites de energia eólica da América Latina”.
Os contratos de venda de energia de longo prazo foram garantidos para o VSM 2 com previsão para o início de 2021 (64 MW) e 2024 (64 MW). Os MW/hora produzidos entre o comissionamento da usina a partir dessas datas serão vendidos a preços atrativos no mercado.
Voltalia no Brasil
A equipe da Voltalia no Brasil foi criada em 2006 e desenvolveu um portfólio de projetos de grande porte. Atualmente, 724 MW estão em construção ou em operação, localizados no cluster da Serra Branca (eólica), em São Miguel do Gostoso (vento) e no Oiapoque (híbrido térmico / solar). Outros 2,7 GW de projetos estão em desenvolvimento, localizados principalmente nos estados do Rio Grande do Norte e Bahia, contando principalmente com energia solar e eólica. (Com informações Tribuna do Norte).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.