Indústria da Pesca e Instituto Chico Mendes discutem desenvolvimento do setor

Pedro Gilson participou ao lado de comitiva areia-branquense da reunião na FIERN
Os representantes de empresas e profissionais do setor de pesca e de órgãos ambientais estiveram reunidos, nesta terça-feira (05/02), no auditório do Joaquim Victor de Holanda, na Casa da Indústria. O encontro retomou o diálogo sobre o desenvolvimento sustentável da atividade pesqueira no Rio Grande do Norte.

Na ocasião, técnicos e gestores do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) destacaram a necessidade de haver, antes das ações de fiscalização, a divulgação de informações sobre as leis, decretos e demais normas que regulamentam a atividade.

O Diretor do Sistema FIERN, Jorge Bastos, destacou a importância de encontros como o desta terça-feira para firmar uma aproximação entre as instituições e as entidades que representam os empresários que atuam na cadeia produtiva da pesca.

O Presidente do Sindicado da Indústria Sindicato da Indústria de Pesca do Rio Grande do Norte, Gabriel Calzavara de Araújo, afirmou que o setor deve ser acompanhado com atenção pelas autoridades e pela sociedade, uma vez que tem relevância econômica, social e estratégica para o país. Ele lembrou que a atividade de barcos pesqueiros ajudam na ocupação de áreas oceânica pelo país.

O empresário Pedro Gilson, que atua com barcos de pesca de atum na região de Areia Branca participou do encontro, defendendo os interesses dos associados na Associação dos Proprietários de Barcos do Rio Grande do Norte (ASPERN), entidade que realizou em novembro passado, um seminário sobre a atividade, cobrando inclusive a atuação dos diversos setores para o desenvolvimento do setor no estado.

Gabriel Calvazara destacou também que um barco pesqueiro envolve 12 atividades econômicas, o que mostra o potencial econômico da atividade.

Com a participação do deputado estadual Souza Neto (PHS); da chefe da Unidade de Conservação da ICMBio, Rossana Evangelista; além de técnicos do órgão, prefeitos de municípios das regiões Oeste e Salineira; dirigentes de associações de pescadores e empresas do setor, o encontro marcou também o início de um programa para levar informações sobre as regras para manejo do Arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.