Acidente fatal Agricultor morre atingido por um raio na zona rural de Carnaubais


Raimundo Soares de Moura "Raimundão" de 57 anos de idade foi atingido por um raio no final da tarde de hoje, 14 de janeiro de 2019 e morreu no local, ocorrência registrada num Assentamento de reforma na comunidade de Nova Descoberta no município de Carnaubais, no Rio Grande do Norte.

Segundo informações, o raio que atingiu Raimundão matou também um cavalo que ele utilizava como meio de transporte no momento.

No momento chovia muito na região e segundo informações o acesso ao local é muito difícil, até para o policia e equipe do Instituto Tecnico-Cientitico de Pericia, Itep, de Mossoró que foi ao local para exames e remoção do corpo.

Por ano, no Brasil, cerca de 300 pessoas são atingidas por raios e dessas, 100 morrem. E a maioria das mortes causadas por raios, segundo estudos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, seria evitável, como explica o coordenador do grupo de Eletricidade Atmosférica, Osmar Pinto. “As estatísticas mostram que de cada 5 pessoas que morrem no Brasil atingidas por raios, quatro mortes poderiam ter sido evitadas se houvesse mais informação. Apenas uma é uma fatalidade, uma situação que realmente teria sido muito difícil de evitar”

O raio vem sempre acompanhado do relâmpago (emissão intensa de radiação eletromagnética, a qual possui componentes na faixa visível do espectro), e do trovão (som estrondoso), além de outros fenômenos associados. Embora as descargas intranuvem e internuvens sejam mais frequentes, descargas nuvem-solo são de maior interesse prático para os seres humanos. A maior parte dos raios ocorre na zona tropical do planeta e principalmente sobre as terras emersas, associados a fenômenos convectivos dos quais, quando é intensa a atividade elétrica, resultam as trovoadas. 

Do Câmera

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.