Fátima Bezerra anuncia os nomes para a Segurança Pública do Rio Grande do Norte

Crédito da foto: CedidaGovernadora eleita Fátima Bezerra entre a futura cúpula da segurança pública
BLOG DO CÉSAR SANTOS
A governadora eleita Fátima Bezerra (PT) anunciou nesta sexta-feira, 23, os nomes que comandarão a área de Segurança Pública e Defesa Social a partir de janeiro de 2019.
Os nomes escolhidos na causaram surpresas uma vez que estavam sendo especulados nos bastidores do poder e pelas editorias de política dos veículos de comunicação.
VEJA QUEM SÃO:
Coronel Araújo
Francisco Canindé de Araújo Silva é Coronel da Reserva da Polícia Militar, tem 54 anos, é natural de São Bento do Trairi (RN). É graduado em Segurança Pública na Polícia Militar de Pernambuco.
Araújo integrou a Operação de Manutenção de Paz das Nações Unidas em Moçambique – ONUMOZ no ano de 1994, participou do Planejamento e Execução das Atividades de Segurança dos Jogos da Copa da FIFA – 2014, foi Comandante-Geral da Polícia Militar e Presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, para a Região Nordeste, de 2010 a 2014.
 Anteriormente exercia a chefia do Gabinete de Segurança Institucional da Assembleia Legislativa.

Coronel Alarico
Alarico Azevedo ingressou na Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 1991 e está completando em janeiro 28 anos de atividade na instituição. Ele tem 53 anos e já exerceu o Comando de Policiamento Metropolitano, Academia de Polícia e foi diretor do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Siosp).
Atualmente está no comando do Gabinete de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça do RN.

Mauro Albuquerque
Luís Mauro Albuquerque Araújo, 50, começou a carreira na Polícia Militar, onde trabalhou entre 1987 e 1994. Passou em seguida aos quadros da Polícia Civil e posteriormente como agente da Polícia Civil de Custódia até 2015, quando assumiu a Diretoria Penitenciária de Operações Especiais do Distrito Federal.
Atuou na elaboração da doutrina de intervenção penitenciária e procedimentos de segurança, que já foi adotada inclusive pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN).
Além de trabalhos internacionais, foi consultor das unidades das penitenciárias federais. Em 2016, foi para o Ceará, onde atuou na retomada de quatro unidades prisionais. Desde 2017, coordena a Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária em Alcaçuz.
Ana Claúdia
Ana Claúdia Saraiva, 49, tomou posse na Polícia Civil em 1997. Foi delegada de defesa da mulher e tem passagem pelas delegacias regionais de Mossoró, Caicó e Ceará-Mirim. Foi diretora de polícia da capital em 2007 e estava lotada na Corregedoria-Geral da Polícia.
A delegada encabeçou uma lista com três nomes sugeridos pelo Sindicato da Polícia Civil (SINPOL), a partir de consulta interna. Ela recebeu o maior números de votos e a governadora eleita Fátima Bezerra acabou acatando a indicação.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.