É campeão! Palmeiras vence o Vasco em São Januário e conquista o décimo título brasileiro


Jogadores do Palmeiras comemoram o título brasileiro (Foto: André Durão)

O Palmeiras é o campeão brasileiro de 2018. Líder desde a 27ª rodada e em uma histórica arrancada após a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari, o verdão confirmou o décimo título ao vencer o Vasco por 1 a 0, neste domingo, 25, em São Januário. A vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro de nada serviu. Enquanto os paulistas comemoram, o cruz-maltino lamenta o resultado em casa e ainda corre risco de cair para a Série B.
O gol que valeu o título saiu dos pés de Deyverson. Com uma temporada recheada de polêmicas, o centroavante entrou aos 14 minutos do segundo tempo e marcou aos 26, com oportunismo, só escorando um desvio primoroso de Willian. Foi o nono gol dele no Brasileirão.

Deyverson abraça Felipão após o gol (Foto: André Durão)

O Palmeiras chegou aos 77 pontos e manteve os cinco de vantagem para o Flamengo e aumentou para 22 o número de jogos de invencibilidade, recorde na história do Brasileirão. O verdão fará a festa do campeão na última rodada, contra o Vitória, domingo que vem, às 17h, na arena. Veja a classificação e a tabela completa do Brasileirão!
O Vasco fica com 42 pontos, quatro acima da zona do rebaixamento. Para ir à última rodada já livre do rebaixamento, contra o Ceará, em Fortaleza, o time torce por derrotas de Sport (contra o São Paulo, segunda-feira, no Morumbi) e América-MG (neste domingo, contra o Bahia, em Belo Horizonte).
Primeiro tempo: Vasco é superior

Luiz Gustavo e Willian disputam lance no primeiro tempo (Foto: André Durão)

O Vasco começou melhor a partida e explorou bastante as costas do lateral-esquerdo Diogo Barbosa. Yago Pikachu e Thiago Galhardo formaram boa dupla pela direita e conduziram a equipe para criar boas chances. Weverton fez duas defesas importantes. Andrey perdeu a melhor oportunidade ao pegar de primeira na área e mandar para fora. Felipão se mostrou bastante incomodado no banco de reservas o Palmeiras, principalmente pela fraca atuação de Lucas Lima. Com o armador desligado, o Verdão teve muita dificuldade na criação e só finalizou pela primeira vez aos 41 minutos, com Dudu. Logo depois, Bruno Henrique assustou em chute de fora da área.
Segundo tempo: Palmeiras melhor e decide

A comemoração do gol de Deyverson (Foto: Tossiro Neto/Twitter)

O Palmeiras voltou do intervalo com mais poder ofensivo e controlou os primeiros minutos. Dudu teve boa oportunidade na área, mas não pegou em cheio. Com o Vasco sem a mesma força na frente, o verdão passou a segurar a bola mais tempo no ataque. Em contra-ataque, Bruno Henrique parou em Fernando Miguel.O gol saiu aos 26. Willian recebeu de Dudu pela esquerda e deu um ótimo desvio para o meio da área. Deyverson, que entrara no lugar de Borja, apenas completou para as redes. O Vasco não teve força para reagir. O Palmeiras manteve o domínio e fez o tempo passar para comemorar o título.
O maior campeão nacional

Torcida do Palmeiras em São Januário (Foto: André Durão)

A conquista faz o Palmeiras aumentar a vantagem sobre os rivais na lista de maiores vencedores do Brasileirão. O Verdão chegou aos dez e abriu dois para o Santos e três para o arquirrival Corinthians.  Veja o ranking completo!
Título de Dudu

Dudu foi o grande nome do Palmeiras na temporada (Foto: Flávio Florido)

Favorito a conquistar o prêmio de craque do Brasileirão, Dudu teve papel determinante na arrancada do Palmeiras para o título. Com atuações decisivas nas partidas mais importantes, o atacante liderou o verdão e se firmou ainda mais como o principal nome no processo de reconstrução do clube. Depois de um período instável com Roger Machado, ele cresceu com a chegada de Felipão e marcou sete gols em 30 partidas na competição. Neste domingo, deu início ao lance em que Willian cruzou para Deyverson fazer o gol do título.
A campanha

Jogadores do Palmeiras antes da partida contra o Vasco (Foto: Flávio Florido)

O Palmeiras conquista o Brasileirão com números inquestionáveis. Os 77 pontos obtidos foram frutos de 22 vitórias, 11 empates e apenas quatro derrotas. O verdão bateu o recorde de invencibilidade que pertencia ao arquirrival Corinthians e somou neste domingo a 22ª partida sem perder. O time também é dono do melhor ataque (61 gols) e defesa menos vazada (24).
A virada de Felipão

Felipão e jogadores do Palmeiras comemoram o título (Foto: André Durão)

O título aumenta a idolatria de Luiz Felipe Scolari no Palmeiras. A equipe, longe da briga pela taça com Roger Machado, arrancou de forma impressionante nas mãos do treinador. A conquista serve também como uma resposta do técnico aos críticos, principalmente depois do 7 a 1 sofrido diante da Alemanha, na Copa do Mundo de 2014. Essa foi a sexta taça obtida por ele com o verdão em três passagens. As outras foram Copa do Brasil (1998 e 2012), Torneio Rio-São Paulo (2000), Taça Libertadores (1999) e Copa Mercosul (1998). Mas ainda é pouco. Ainda no gramado de São Januário, o técnico disse que está em dívida com o clube e espera pagá-la com mais títulos em 2019. (Com informações Globo Esporte).
Print Friendly

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.