Petista Fátima Bezerra é eleita governadora do RN com mais de 1 milhão de votos

Crédito da foto: DivulgaçãoNo primeiro turno, Fátima Bezerra teve 748 mil votos (46,2% dos votos válidos)
A senadora Fátima Bezerra (PT) é a nova governadora do Rio Grande do Norte. A petista venceu a disputa com Carlos Eduardo (PDT). Os dois disputaram segundo turno no estado. Com 99,15% das urnas apuradas, a candidata do PT obteve 1.015.1092 votos, o que representa 57,60% dos votos válidos. Já o pedetista teve pouco mais de 42% dos votos válidos (42,46%). Carlos Eduardo teve 747.262 votos, ou 42,40% dos válidos. Fátima foi considerada eleita matematicamente às 18h34, quando as urnas estavam com 90,77% apuradas.
No primeiro turno, Fátima Bezerra teve 748 mil votos (46,2% dos votos válidos), ficando definido o segundo turno contra o pedetista, que recebeu 526 mil votos (32,5% dos válidos). No primeiro turno, do total do eleitorado, a abstenção ficou em 17,1%, votos brancos, em 4,4%, e nulos, 13,2%.
A senadora será a única mulher a governar um estado brasileiro na próxima legislatura. Sua eleição também faz do Rio Grande do Norte o estado que mais teve mulheres governadoras no país —Fátima será a terceira, sendo precedida por Wilma de Faria (1945-2017), eleita em 2002 e 2006, e Rosalba Ciarlini, eleita em 2010.
A senadora concorre ao governo pela coligação Do Lado Certo, formada pelo PT, pelo PHS e PCdoB e, no primeiro turno, contou com 1 minuto e 30 segundos de programa gratuito na televisão e no rádio.
Maria de Fátima Bezerra tem 63 anos e nasceu em Nova Palmeira/PB. É pedagoga e começou a exercer mandato em 1995 na Assembleia Legislativa do estado, sendo reeleita. Em seguida foram três mandatos na Câmara Federal e desde 2015 é senadora pelo Rio Grande do Norte, tendo que renunciar o mandato para governar o estado a partir de 2019.
Entre as propostas apresentadas ao longo da campanha, Fátima prometeu fazer parcerias com as prefeituras do estado para criar mais vagas em creches. Na área de segurança, a candidata afirmou que vai valorizar os policiais, realizar concursos e equipar os agentes de segurança do estado.
A governadora eleita também prometeu fazer parcerias com a iniciativa privada e ampliar o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi) para as micro e pequena empresa, como forma de fomento ao emprego e afirmou que pretende criar um núcleo de prevenção à corrupção no âmbito da Controladoria Geral do Estado.
Resultado
Fátima Bezerra: 57,62% (1.019.289 votos)
Carlos Eduardo: 42,54% (749.790 votos)
Votos nulos: 6,81% (131.735 votos)
Votos brancos: 1,73%
Abstenções: 18,26%
Fátima foi considerada eleita matematicamente às 18h34, quando as urnas estavam com 90,77% apuradas. Ela é a única mulher eleita governadora no país em 2018 e a terceira a ser escolhida para o cargo no estado. Mesmo antes do fim da totalização de votos, ela também já foi considerada a governadora eleita com o maior número de votos na história do estado.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.