Grêmio sai na frente, mas sofre a virada após pênalti e expulsão de Bressan e dá adeus ao sonho do tetra da Libertadores

  • Argentinos comemoram gol de Borré
    Argentinos comemoram gol de Borré (Foto: Reuters)
    O dilúvio que caiu sobre Porto Alegre ao final do segundo jogo entre Grêmio e River Plate, na semifinal da Libertadores, parecia as lágrimas dos mais de 50 mil tricolores que foram à Arena na noite desta terça-feira. O sonho do tetra ficou pelo caminho. Endossado pelo uso da tecnologia, os argentinos viraram sobre os brasileiros e classificaram-se para a final. O VAR foi definitivo na partida, quando o árbitro Andrés Cunha consultou as imagens para conceder um pênalti aos argentinos aos 41 minutos do segundo tempo. E Pity Martínez saiu do banco para calar o estádio. 
  • DESTAQUEO QUE RESTA?
    O River Plate agora fica no aguardo do vencedor de Palmeiras e Boca Juniors, que se enfrentam às 21h45 de quarta-feira, na Arena Palmeiras. O time argentino bateu os brasileiros por 2 a 0 na Bombonera e tem vantagem no confronto. As finais serão disputadas nos dias 7 e 28 de novembro. Resta o Brasileirão ao Grêmio. No sábado, vai ao Independência bater de frente com o Atlético-MG, às 17h.
    Fonte: G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.