Só 31 de 513 deputados não são candidatos este ano; 407 tentarão se reeleger e 106 vão disputar outros cargos


Fachada do Palácio do Congresso Nacional, sede da Câmara e do Senado (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

Dos 513 deputados federais da atual legislatura (2015-2019), apenas 31 desistiram da continuar na vida pública. Outros 407 tentarão se reeleger em outubro e 106 vão trilhar outros caminhos político-eleitorais, como disputar os postos de vice em governos estaduais, deputados estaduais, suplência no Senado e até mesmo a Presidência da República.
As informações constam de levantamento produzido pelo Departamento Intersindical de Assessoramento Parlamentar (Diap) depois de encerrado o prazo de registro de candidaturas, na última quarta-feira, 15. Estas e milhares de outras informações sobre as eleições de 2018 estão à disposição do público no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Segundo o Diap, o número de candidatos à reeleição (407) é um pouco inferior à média dos últimos sete pleitos (408). Por outro lado, o total deste ano é superior ao de 2014 (20 a menos), quando 387 tentaram renovar seus mandatos.
Outros caminhos
Dos 106 que optaram por não concorrer à reeleição, acrescenta o Diap, 75 disputam outros cargos em outubro. Nesse grupo, 40 vão disputar uma vaga no Senado, que terá dois terços de suas cadeiras postas em jogo; 11 são candidatos a vice-governador em seus respectivos estados; nove tentam o posto de governador de estado; sete disputam o cargo de deputado estadual; seis são suplentes de candidatos ao Senado; e, por fim, dois são candidatos à Presidência da República – Jair Bolsonaro (PSL) e Cabo Daciolo (Patriota).
Com informações do Congresso em Foco

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.