Condenado pela Justiça do Mato Grosso, ex-deputado Laíre é preso em Mossoró

Ex-deputado e médico Laíre Rosado foi condenado a mais de nove anos de prisão
O médico e ex-deputado federal Laíre Rosado foi preso pela Polícia Federal no início da tarde desta quinta-feira (22), em Mossoró. Ele estava trabalhando em uma unidade de saúde quando policiais federais chegaram para cumprir mandado de prisão expedido pela Justiça Federal do Mato Grosso.
Laíre foi levado para a sede da PF no bairro Nova Betânia, zona oeste da cidade, onde prestou depoimento. Em seguida, foi levado ao Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) para fazer exames de corpo de delito.
A prisão de Laíre se refere ao processo da Operação Sanguessuga em que ele foi sentenciado a nove anos e seis meses, inicialmente em regime fechado. O ex-deputado e médico foi condenado em primeira e segunda instâncias por corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.
O escândalo estourou em 2005, três após Laíre Rosado teve concluído o segundo mandato de deputado federal. O Ministério Público Federal (MPF) patrocinou a denúncia, acusando o ex-deputado de ter destino R$ 110 milhões em emendas parlamentares para um esquema criminosa que pagava para ele 10% em propina.
A peça acusatória revela que os recursos eram destinados a municípios do Rio Grande do Norte, através da Fundação Vingt Rosado e a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APAMIM), sediadas em Mossoró.
A condenação de Laíre Rosado saiu em julho de 2014, mas ele conseguiu postergar a execução através de peças jurídicas permitidas por lei. O caso chegou próximo da prescrição, porém, a Justiça do Mato Grosso decidiu executar agora.
A reportagem do defato.com tentou contato com os advogados de defesa do ex-deputado, mas não obteve êxito.
Fonte: De Fato

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.