Ministério do Trabalho interrompe carregamento de sal no Porto-Ilha depois de constatar irregularidades


Terminal é o principal escoadouro da produção salineira do Estado (Foto: Reprodução)

O carregamento de sal marinho a partir do Porto-Ilha, terminal marítimo que fica a 14 quilômetros de Areia Branca, no litoral Norte potiguar, está parado desde a sexta-feira, 1º. A interrupção foi confirmada na manhã desta segunda -feira, 4, pela Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern). Em nota, a Codern explicou que o terminal parou de operar em razão de irregularidades na documentação e sinalização da plataforma, fato constatado em inspeção feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Segundo o Sindicato da Indústria de Sal do RN, apenas um navio, que já estava no meio do processo, concluiu o carregamento ainda na sexta. Desde então, o terminal está parado. Diretores do sindicato estão em Natal, na sede da Codern, aguardando um posicionamento da companhia para solucionar os problemas.
A Codern disse que está empenhada em solucionar o problema. “As pendências listadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego relacionadas ao Terminal Salineiro de Areia Branca não envolvem aspectos estruturais, dizem respeito em sua maior parte à questões documentais, que já estavam em pleno encaminhamento de solução e estão em fase conclusiva”, afirmou a Companhia em nota divulgada na manhã desta segunda. (Com informações do G1 RN).

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.