Reprovação do governo de Michel Temer é de 77%; apenas 3% aprovam

Levantamento do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quinta-feira, 28, mostra que a avaliação do governo do presidente Michel Temer é aprovado somente por 3%. A reprovação do peemedebista é de 77%.
Este é o pior desempenho na avaliação do governo de um presidente da República desde o início da série histórica da pesquisa Ibope, em 1986, no governo José Sarney (PMDB). A segunda pior reprovação alcançada na série de pesquisas foi do próprio Temer, no levantamento Ibope de julho, com 70% de ruim ou péssimo na avaliação do governo.
A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 20 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 126 município. O nível de confiança , segundo a CNI, é de 95%.
A pesquisa Ibope também pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer e da antecessora, Dilma Rousseff, na Presidência da República.
Segundo o levantamento, 8% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 31%, igual; 59%, pior; e 2% não souberam ou não responderam.
Sobre as perspectivas em relação ao "restante do governo", 6% responderam "ótimo/bom"; 17%, "regular"; 72%, "ruim/péssimo"; e 5% não souberam ou não responderam.
Esta é a terceira pesquisa Ibope encomendada pela CNI divulgada neste ano. No último levantamento, de julho, Temer aparecia com aprovação de 5% dos entrevistados, enquanto 70% consideravam o governo "ruim/péssimo" e 21%, "regular". À época, 3% não souberam opinar ou não responderam.
Ótimo/bom: 3%
Regular: 16%
Ruim/péssimo: 77%
Não sabe/não respondeu: 3%
Maneira de governar
aprovam: 7%
desaprovam: 89%
não souberam ou não responderam: 4%

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.