Dor no adeus: Bolt sente cãibras e sai de cena sem cruzar a linha final no 4x100m

Quarteto britânico leva estádio ao delírio com ouro; EUA e Japão completam pódio. Jamaicano fica no chão com as mãos no rosto em sua despedida

O sonho era o adeus com brilho dourado. Mas acabou em drama. Uma dor tirou Usain Bolt do rumo e impediu que a despedida do maior nome da história das provas de velocidade fosse com uma medalha no peito. Ele mancou, tentou prosseguir, mas as cãibras eram fortes demais para manter-se de pé. Nas arquibancadas, os gritos de incredulidade pelo infortúnio do astro deram rapidamente lugar ao êxtase. Com 37s47, melhor marca do mundo no ano, a Grã-Bretanha era campeã do revezamento 4x100m masculino no Mundial de Londres. Estados Unidos (37s52) e Japão (38s04) completaram o pódio.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.