Servidores do Município de Areia Branca decidem entrar em greve por tempo indeterminado

Servidores Municipais compareceram em grande número na sede do Sindicato

Em Assembléia geral nesta segunda-feira (10/07), servidores se reuniram na sede do Sindicato Municipal afim de avaliarem a proposta da prefeita Iraneide Rebouças que tinha enviado uma proposta de dividir o salário de Dezembro dos servidores em 16 meses, o que iria se estender até o final do ano de 2018. Após avaliarem novamente a proposta, os servidores de forma quase unânime recusaram a proposta e paralelamente decidiram dar inicio ao movimento de greve que engloba todas as categorias dos servidores municipais de Areia Branca a partir de hoje, 10 de julho. 

A categoria decidiu ainda que hoje e amanhã os professores vão passar nas escolas para comunicar aos alunos e seus pais, que está greve será por tempo indeterminado como forma dos servidores pressionarem a prefeita para conseguirem seus objetivos.
Este é o segundo movimento de greve deste ano, já que o primeiro movimento grevista foi no início do ano quando a senhora Prefeita fez a 1ª proposta de pagar este mesmo atrasado de dezembro em 10 vezes, e prontamente foi recusado pelos servidores. E agora a proposta foi muito pior, dividir o salário em 16 parcelas. A proposta foi novamente recusada principalmente pelos servidores da educação, e que decidiram entrar greve geral.
Presidente do Sindicato Pedro Neto sempre tem ficado ao lado servidores

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.