Emprego com carteira no RN tem primeiro saldo positivo depois de nove meses

Os empregos com carteira assinada tiveram o primeiro salto positivo depois de nove meses, no Rio Grande do Norte. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta semana em todo o Brasil.
De acordo com a Federação das Indústrias do RN (Fiern), tanto no conjunto do país, como no estado potiguar, os resultados favoráveis foram impulsionados pelas contratações na Agricultura, como cultivo de café, laranja, soja e correspondentes atividades de apoio, no primeiro caso, e culturas de melão, melancia e mangas, no segundo.

Também houve convergência nos dois planos regionais quanto ao desempenho negativo da indústria, liderado pela Construção Civil.
Em termos nacionais, entre as vinte e sete Unidades da Federação, verificou-se resultados positivos em 18 delas, com destaques, em ordem decrescente de vagas criadas, para Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pernambuco e Maranhão. O Rio Grande do Norte, segundo a Fiern, ocupou a 11ª colocação. Dentre as nove UFs com saldo negativo, destacam-se, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal e Santa Catarina. O maior volume de criação de vagas no estado ocorreu em Mossoró (498), enquanto os cortes foram encabeçados por Natal (-359).
Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.