Souza defende que servidores com salário em atraso não sejam penalizados.

O endividamento das famílias brasileiras, que chega a comprometer quase 30% da sua renda devido aos altos juros praticados no País, foi tema da audiência pública realizada na Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira (3). A iniciativa, do deputado Kelps Lima (Solidariedade), foi oportunidade também para discussão sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 160), de iniciativa da deputada federal Zenaide Maia (PR), que propõe uma adequação nas taxas de juros.
Durante o debate, o deputado Souza (PHS), afirmou que ao longo dos últimos meses os direitos do trabalhador estão sofrendo um grande retrocesso. “Quando se contraria os banqueiros, tudo fica mais difícil no Brasil. Parece, que só sabem mexer nos direitos do trabalhador”, disse o deputado.
Souza também defendeu que os servidores públicos em caso de atraso nos salários não sejam penalizados com a inclusão em cadastro de restrições. Lembrou de projeto seu nesse sentido.
Também participaram do debate representante do SEBRAE, o ex-superintendente da Caixa Econômica Federal, Roberto Sérgio, o presidente da Confederação das Cooperativas Habitacionais, Jaime Calado e vereadores do município de São Gonçalo do Amarante.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.