Mobilização em Areia Branca contra reformas do governo Temer terá debate e caminhada de protesto pelas ruas da cidade

Mobilização ena cidade começa com debate na Câmara (Foto: Luciano Oliveira)
Mobilização na cidade começa com debate na Câmara (Foto: Luciano Oliveira)
Diversos segmentos em Areia Branca estão se mobilizando para a greve geral que as centrais sindicais estão organizando para está sexta-feira, 28. A expectativa é que seja a maior mobilização de trabalhadores e de diversos setores da sociedade dos últimos 30 anos no Brasil.
O protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista e a Lei da Terceirização está sendo convocado por oito centrais sindicais que, juntas, representam mais de 10 milhões de trabalhadores.
Em Areia Branca, os organizadores programaram um debate na Câmara Municipal, a partir das 7h, sobre Previdência, CLT e Terceirização (reformas que atacam os direitos da classe trabalhadora e a Previdência Social).
Depois do debate, haverá uma caminhada saindo do Legislativo municipal até a sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A paralisação vem ganhando novos adeptos em nossa cidade, e já há rumores que além das escolas da rede estadual e municipal. agora quem deve entrar é a rede privada  que também deve aderir ao movimento. 
Grande paralisação em 1986
Segundo sindicalistas, a última grande paralisação envolvendo diversas categorias ocorreu em 1986, durante o governo Sarney, contra o Plano Cruzado.
Os organizadores esperam que esta de sexta-feira seja a maior mobilização já ocorrida até agora. Eles orientam as pessoas a não saírem de casa, a não irem ao supermercado, aos bancos etc, em apoio à paralisação nacional.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.