'Rombo' na Previ ultrapassa os R$ 20 milhões, revela presidente Elviro Rebouças

O Conselho Previdenciário do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró (PREVI MOSSORÓ) se reuniu na última sexta-feira (17). Na oportunidade, o presidente da Previ, Elviro Rebouças, apresentou um diagnóstico do quadro econômico-financeiro da autarquia.
Elviro revelou que a Prefeitura de Mossoró tem uma dívida superior a R$ 20 milhões com a Previ, entre repasses não feitos e parcelas de parcelamentos de dívidas não quitadas. Somente as parcelas atrasadas representam um volume de recursos da ordem de R$ 7.850.840,95.
O presidente da Previ chamou a atenção principalmente para os valores descontados dos salários dos servidores ao longo do ano de 2016, mas que não foram repassados para a autarquia durante a gestão anterior.
Durantes sete meses consecutivos, de Junho a Dezembro de 2016, o Município abateu a contribuição previdenciária dos servidores, mas não fez o repasse de uma quantia total de R$ 8.933.521,42 para a Previ.
Elviro acrescentou ainda que a Prefeitura de Mossoró também não repassou valores de contribuição patronal que representaram R$ 3.432.324,93, totalizando uma dívida de R$ 20.216.687,30. “Trata-se de descalabro muito grande, num momento em que a Prefeitura se encontra em dificuldade financeira”, criticou.
O Conselho Previdenciário volta a se reunir na próxima quinta-feira (23) para discutir o quadro e definir medidas cabíveis que possam ser adotadas.
Fonte: Prefeitura de Mossoró

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.