Goleiro Bruno, agora solto, tem propostas de clubes do Rio e SP

Goleiro Bruno do estrelado para a prisão, onde passou seis anos e meio e agora tentar refazer a carreira com várias propostas de times do futebol do Rio e do São Paulo
O goleiro Bruno Fernandes se apresentou no Fórum de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (2). Ele foi comunicar à Vara de Execuções Penais um endereço na capital mineira, conforme determinava a decisão de soltura do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu a liberdade ao ex-jogador.
Bruno deixou a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), em Santa Luzia, no dia 24 de fevereiro, após ficar seis anos e meio preso. A Justiça de Minas Gerais considerou o goleiro culpado pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado da ex-namorada Eliza Samudio. O crime ocorreu em 2010, ano em que o goleiro foi preso, e o julgamento, em 2013. A defesa dele queria a anulação do júri, mas o recurso ainda não foi analisado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).
Alguns fãs esperavam pelo goleiro na porta do fórum e ele chegou a fazer fotos com eles. Apesar de atender ao pedido, ele entrou no carro sem dar declarações à imprensa. "Vocês sabem que as questões que envolvem o Bruno ainda têm questões de pensão alimentícia, têm questões processuais que tem que ser resolvidas com o antigo clube, que é o Montes Claros, têm questões que qualquer coisa, nesse tumulto todo, a gente pode falar e prejudicar negociações, algumas coisas aí para frente", justificou o silêncio do goleiro o advogado Lúcio Adolfo.
Lúcio Adolfo disse ainda que apresentou um endereço em Belo Horizonte à juiza da Vara de Execuções Penais, mas informou que este endereço pode mudar nos próximos dias porque o goleiro tem propostas de trabalho de nove clubes em várias cidades, sendo três do Rio de Janeiro, dois de São Paulo, um de Brasília, e três de Minas Gerais. Ainda segundo Adolfo, dois destes times disputam a Série A do Campeonato Brasileiro.
 

A expectativa do defensor de Bruno é que ele assine já um contrato com algum desses clubes em até nove dias.
Fonte: G1/MG

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.