Lembrando de Zagalo em outra conquista Brasileira: “Neymar dispara, Vão ter que me engolir”, desabafou depois da conquista inédita do ouro olímpico

Neymar homenageia o rei Usain Bolt com o gol de falta do Brasil 
A conquista da Olimpíada afirma Neymar entre os principais nomes da história recente da seleção brasileira. É verdade que falta uma Copa do Mundo e muito trabalho para se colocar próximo de Didi, Garrincha, Pelé, Jairizinho, Tostão, Bebeto, Romário, Ronaldo, entre outros gigantes. Mas, com a medalha de ouro inédita, o camisa 10 protagonista mostra ter um brilho próprio e muito especial.
É importante se lembrar que Neymar ainda tem 24 anos e uma longa história a percorrer com mais Mundiais a partir da Rússia. A essa altura da carreira, já está entre os cinco maiores artilheiros da seleção brasileira e foi de novo decisivo no Maracanã. Ele havia sido o protagonista no título da Copa das Confederações de 2013 e repetiu a dose na Olimpíada.
No caminho da medalha de ouro, Neymar foi fundamental por abrir mão da Copa América Centenário para jogar no Brasil ao lado dos atletas mais jovens. Embalou a partir do terceiro jogo contra a Dinamarca e decidiu no mata-mata contra Colômbia (gol), Honduras (dois gols e duas assistências) e Alemanha (gol e pênalti decisivo). Se mostrou muito mais maduro como atleta agora que na medalha de prata quatro anos atrás.
Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.