HÁ COMO REDUZIR O VALOR DE SUA CONTA DE ENERGIA




Em tempos de "crise" onde tivemos vários reajustes (para cima) da taxa de energia elétrica, ficou mais complicado encontrar um meio de pagar menos. Aqui darei algumas dicas comprovadas que ajudarão a reduzir alguns reais de sua conta no final do mês. Essas dicas foram retiradas de sites especializados em tecnologia e que comprovei na prática.


Instalação elétrica


Se você está construindo uma casa nova ou pretende trocar a fiação da casa, é sempre bom ter atenção quanto a instalação elétrica. Duas regras devem ser seguidas: A bitola (espessura) dos fios influencia muito o consumo de energia. Quando a residencia está em plena carga de consumo, fios mais finos tendem a aquecer mais e portanto gastar energia desnecessária em calor, ao invés de ser utilizado apenas para os aparelhos elétricos. Seria bom que na linha principal fosse utilizado fios de bitola entre 10 a 8. Outro fator seria em relação ao comprimento da fiação. Quanto mais curto forem as linhas de condução entre interruptores ou tomadas, menor será o consumo de energia. Essas dicas além de reduzir o consumo, torna mais seguro contra possíveis incêndios devido ao aquecimento da instalação.



Geladeira

Apesar do consumo imediato não ser tão alto, mas seu uso continuo (24 horas por dia), torna o uso desse aparelho essencial em um peso considerável na conta de energia, em cerca de 30 a 60 reais no final do mês. Há um dica simples que pode ajudar. A diferença de temperatura entre o dia e a noite é cerca de 5 graus Celsius, e devido a essa diferença é que é possível reduzir a potencia do congelamento durante a noite. Coloque o reostato (botão de temperatura) na posição minima depois das 18 horas e retorne a posição normal ao amanhecer. Dessa forma você estará reduzindo cerca de 20 a 40% no consumo de sua geladeira.


Ventilador

É um dos vilões em consumo de energia elétrica, mas em um clima tropical como o nosso é impossível ficar sem o uso desse aparelho, principalmente na hora de dormir. Quase a mesma dica da geladeira vale para o ventilador. A maioria dos aparelho tem 3 velocidades e o consumo varia conforme o ajuste de potência. Nesse caso, na velocidade minima o consumo é menos da metade do que se fosse utilizado em sua velocidade máxima. Obviamente muitos preferem "mais vento", mas existem casos que pode ser reduzido e dessa forma os gasto de energia será bem menor.


Computador de mesa


É outro vilão gastador de energia principalmente se for utilizado processadores potentes ou placa de vídeo para jogos. No próprio Windows (do 7 ao 10) existe um ajuste que ajuda a reduzir o consumo do processador e portanto o gasto de energia. Esse link ajuda a realizar esse ajuste clique aqui. Se na residência também há notebooks e naquele momento o usuário não necessita de utilizar a maior performance de um PC de mesa, pode-se utilizar um notebook. Um notebook consome a metade de um PC de mesa.

Aparelho de Televisão


Com o advento dos televisores de LCD e a nova tecnologia de iluminação por LEDs, acabou ajudando a reduzir o gasto com esse tipo de aparelho que praticamente é usado em todos os domicílios do país. Um televisor LCD de 32 polegadas consome menos do que um de tubo de 21 polegadas. A coisa começa a mudar quando o tamanho chega a 42 polegadas. De 42 a 50 polegadas o consumo pode variar de 80 a 300 watts/h. Esse é um valor médio. Em alguns aparelhos existe o modo econômico que reduz o brilho de fundo e portanto a redução do consumo. Caso a TV não tenha esse recurso, basta reduzir o brilho do aparelho.

Lâmpadas 


Nem precisa dizer que o uso de lâmpadas incandescentes deve ser mais do que evitado. Hoje o uso de lampadas fluorecentes já é padrão nas residências e com o adventos de lampadas que utilizam LEDs o consumo reduziu ainda mais. Um lampada LED de 6 watts ilumina o equivalente a uma lâmpada fluorescente de 10 watts e dura 5 vezes mais. A única barreira é o preço que ainda é elevado, mas com o tempo será o tipo de tecnologia de iluminação padrão até 2018. 

Ar-Condicionado


Melhor nem usar. O consumo do aparelho de ar-condicionado chega a ser 12 vezes a de um ventilador de mesa. Porém, mesmo que o usuário não queira abrir mão desse conforto o único caminho é a velha dica de redução da potência. Durante a noite, a média de temperatura é cerca de 26 graus e portanto um ajuste de temperatura para 23 graus Celsius já é o suficiente para um noite tranquila de sono.


Por Angelo Vale/ Areia Branca É Nossa

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.