Comissão terá 90 dias para decidir se afasta ou não do cargo o presidente da Câmara de Mossoró

Vereador Jório Nogueira é alvo de investigação (Foto: Reprodução)
A comissão formada na tarde desta terça-feira, 12, pela Câmara Municipal de Mossoró com o objetivo de investigar o presidente Jório Nogueira (PSD) iniciará o procedimento ainda nesta semana.

A comissão foi formada por sorteio após aprovação de requerimento apresentado pelo vereador Tassio Mardonny pedindo a investigação e afastamento de Jório, que é acusado da prática de cometer irregularidades na função de presidente.

Segundo o regimento interno da Câmara, a comissão iniciará a investigação que deverá ser concluída em até 90 dias. Após ser concluído, o parecer será apreciado pela Comissão de Constituição e Justiça, e pelo plenário, que votará pela saída ou não do presidente do cargo.

Até lá, Jório permanecerá no cargo, com exceção das atividades relacionadas ao procedimento instalado nesta terça-feira.

“Continuarei exercendo minhas funções até que o processo seja concluído. Eu tinha compromissos assumidos em Natal, mas estarei na sessão desta quarta-feira, 13, para que não restem dúvidas quanto a isso”, destaca Jório.

Jório Nogueira afirma que acha a investigação legítima e estará a disposição para que todas as dúvidas sejam esclarecidas.

“Não posso dizer que foi injusto. Se cabe investigação que se faça a investigação e esclareça o que for necessário. Estou tranquilo. Se eu for afastado não é por ter cometido nenhuma irregularidade com o dinheiro público”, destaca o vereador.

Jório destaca que a investigação não tem motivação política, mas que por trás da iniciativa existem interesses que precisam ser esclarecidos.

“Tem que procurar os vereadores que tanto contestam a aplicação de recursos públicos para que expliquem o que eles estão contestando. Existe uma verba indenizatória que é legal, mas o Tribunal de Contas tem um entendimento que nos exige cautela. Temos que levar em consideração o que o relatório do Tribunal diz”, conclui.

Fonte: Jornal O Mossoroense Online

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.