CÂMARA CONTINUA PROCESSO DE IMPEACHMENT COM DEPOIMENTOS DE TESTEMUNHAS



Hoje, 20 de Abril, ocorreu mais uma sessão extraordinária onde tivemos depoimentos de funcionários com cargos de chefia da Prefeita Luana Bruno, o Secretário de finanças Juarez Pedrosa e a Diretora do hospital Sara Kubitschek Sirley de Azevedo. O maior questionamento por parte da comissão da CEI (comissão especial de inquérito) foi em relação ao atraso do pagamento do 13º salário que deveria ter sido efetuado até o dia 20 de Dezembro passado. Os questionamentos sobre o atraso foram dirigidos ao secretário de finanças, onde o mesmo ressaltou que tal repasse não foi feito de acordo com a lei porque não havia recursos para o repasse e portanto isso gerou o atraso. É importante lembrar que não existe recurso extra para que se faça o pagamento do 13º e portanto é necessário que a prefeitura reserve uma quantia mensal para que ao final do ano haja dinheiro para o pagamento. Como a prefeitura não cumpriu essa agenda financeira, então estavam cientes desde o começo que não haveria recursos para tal pagamento. Antes do encerramento da sessão houve discussão mais acirrada entre os vereadores Nazareno Lemos, Duarte Neto e Netinho Cunha. Esse tipo de discussão não é nada útil, e cria um clima de confusão, tirando o aspecto de seriedade do processo.


Angelo Vale




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.