Após 12 horas, comissão encerra 1º debate sobre parecer do impeachment

Após 12 horas de discussão, a comissão do impeachment encerrou às 4h43 da madrugada deste sábado (8) o primeiro debate sobre o parecer do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), que é favorável à continuidade do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Apesar de a sessão ter sido aberta às 15h39, o debate começou às 16h25. A reunião tevemomentos de bate-boca entre deputados, além de pausa de parlamentares para comer pão com queijo e mortadela.

A discussão será retomada na segunda-feira (11), quando ocorrerá a votação do parecer. Depois da análise pelo colegiado, o relatório seguirá para votação no plenário da Câmara. Inicialmente, a sessão iniciada nesta sexta-feira duraria até 3h, mas líderes partidários entraram em acordo para estendê-la até 4h30. A reunião acabou sendo prolongada em mais 13 minutos, para que todos os deputados presentes pudessem falar.
Deputado Paulo Pimenta(PT-RS) come pão com mordela(Foto: Gustavo Garcia G1)

Pão com queijo X mortadela
Após mais de cinco horas de sessão da comissão do impeachment, pães com manteiga e queijo foram levados, a pedido do presidente do colegiado, Rogério Rosso (PSD-DF), para serem distribuídos a deputados, assessores e jornalistas. Do lado de fora da comissão, manifestantes e deputados contrários ao afastamento da presidente Dilma Rousseff comeram pão com mortadela.
Deputados que se pronunciaram a favor do relatório:
Evair de Melo (PV-ES)
Rogério Marinho (PSDB-RN)
JHC (PSB-AL)
Lelo Coimbra (PMDB-ES)
Vanderlei Macris (PSDB-SP)
Benito Gama (PTB-BA)
Onix Lorenzoni (DEM-RS)
Elmar Nascimento (DEM-BA)
Goulart (PSD-SP)
Evandro Roman (PSD-PR)
Izalci (PSDB-DF)
Laudívio Carvalho (SD-MG)
Mariana Carvalho (PSDB-GO)
Fábio Sousa (PSDB-GO)
Júlio Lopes (PP-RJ)
Jhonatan de Jesus (PRB-RR)
Rocha (PSDB-AC)
Marco Feliciano (PSC-SP)
Marcos Rogério (DEM-RO)
Marcelo Aro (PHS-MG)
Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ)
Bruno Covas (PSDB-SP)
Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
Jerônimo Goergen (PP-RS)
Caio Nárcio (PSDB-MG)
Mendonça Filho (DEM-PE)
Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Osmar Terra (PMDB-RS)
José Carlos Aleluia (DEM-BA)
Danilo Forte (PSB-CE)
Mauro Mariani (PMDB-SC)
Shéridan (PSDB-RR)
Nilson Leitão (PSDB-MT)
Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
Jutahy Junior (PSDB-BA)
Carlos Marun (PMDB-MS)
Marcelo Aguiar (DEM-SP)
Mauro Pereira (PMDB-RS)
Victório Galli (PSC-MT)
Gaguim (PTN-TO)
Deputados que se pronunciaram contra o relatório:
Arlindo Chinaglia (PT-SP)
Jandira Feghali (PCdoB-RJ)
Pepe Vargas (PT-RS)
Wadih Damous (PT-RJ)
Ivan Valente (PSOL-SP)
Henrique Fontana (PT-RS)
Chico Alencar (PSOL-RJ)
Weverton Rocha (PDT-MA)
Carlos Zarattini (PT-SP)
Paulo Pimenta (PT-RS)
Sílvio Costa (PT do B-PE)
Benedita da Silva (PT-RJ)
Orlando Silva (PC do B-SP)
Alessandro Molon (Rede-RJ)
Paulo Teixeira (PT-SP)
José Mentor (PT-SP)
Assis Carvalho (PT-PI)
Zé Geraldo (PT-PA)
Vicente Cândido (PT-SP)
Leonardo Picciani (PMDB-RJ)

Deputado que se declarou indeciso:
Bebeto (PSB-BA)
Fonte: G1/Brasília

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.